Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca

AGÊNCIA DE

Notícias

Institucional

Campanha de doação de Imposto de Renda dos colaboradores do Itaú arrecada R$ 1,4 milhão

Valor apoiará seis projetos sociais para crianças e adolescentes nas regiões norte e nordeste do Brasil


Colaboradores do Itaú destinaram mais de R$ 1,4 milhão por meio da campanha IR Cidadão, do Itaú Social. A mobilização permitirá o apoio a seis iniciativas que atuam no desenvolvimento integral de crianças e adolescentes. Os projetos selecionados são dos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Pará e Rio Grande do Norte.

Iniciada em outubro deste ano, a campanha mobilizou milhares de colaboradores do Itaú. O valor arrecadado deste ano superou a marca de 2020 (R$ 1,3 milhão) e será repassado aos projetos selecionados pelo Itaú Social.

Conheça o programa IR Cidadão

A destinação de até 6% do IR é possível para os colaboradores que fazem a declaração completa e tem valor a receber ou a pagar. Já aqueles que fazem declaração simples ou são isentos, puderam doar a partir de R$ 20, mas esse valor não é restituído nem abatido do imposto. Para auxiliar os colaboradores, Itaú Social fornece os documentos comprovando a doação e presta apoio no momento da declaração do IR. 

A iniciativa de arrecadação de IR estende-se para pessoas de fora da instituição. Durante o período da declaração para a Receita Federal, o Itaú Social promove uma campanha geral para incentivar que contribuintes destinem até 3% do IR para projetos sociais voltados para os direitos da criança e do adolescente. A regra vale para quem faz a declaração no modelo completo. 

Confira a entrevista com Fábio Ribas sobre IR e incentivo fiscal

Além da mobilização de recursos, o Itaú Social acompanha todas as fases do programa, desde o repasse dos valores às OSCs (organizações da sociedade civil), o desenvolvimento do projeto no município e a prestação de contas.

FIA
As iniciativas apoiadas pelo IR Cidadão são selecionadas por meio do FIA (Fundos da Infância e da Adolescência). A inscrição do edital é realizada pelos CMDCAs (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente), que por sua vez indicam as entidades executoras dos projetos (OSC ou órgãos públicos). 

Conheça os projetos selecionados:

Projeto: A educação nos campos: por uma alfabetização para além da pandemia

Cidade: Santa Cruz do Arari (PA)

Objetivo: Buscará fortalecer práticas de alfabetização e letramento para um amplo número de crianças e adolescentes, contando com a participação das Secretarias de Educação e Assistência Social.


Projeto: Farol da Cidadania

Cidade: Coruripe (AL)

Objetivo: Atenderá 200 crianças e adolescentes, por meio de atividades educativas oferecidas no contraturno escolar, que estimulem seu aprendizado e fortaleçam seu vínculo com as escolas. Haverá atendimento psicossocial para as crianças e adolescentes que estiverem em risco de evasão ou tenham evadido da escola. O projeto organiza um Sistema de Monitoramento da Evasão Escolar (SIME) para reconhecer e atender casos desse tipo.


Projeto: Solidariedade e Vida

Cidade: João Câmara (RN)

Objetivo: Atenderá 622 crianças e adolescentes, juntamente com seus familiares, por meio de avaliação das condições de segurança alimentar e nutricional do público, distribuição de kits de alimentação e material de limpeza, e de atividades de orientação sobre alimentação e nutrição.


Projeto: Sol Nascente

Cidade: São Félix (BA)

Objetivo: Atenderá 290 crianças e adolescentes, e seus familiares, por meio de distribuição de kits de higiene e cestas básicas, oficinas culturais (pintura em tela), esportivas (canoagem e vôlei), escrita e leitura, educação patrimonial. A equipe buscará identificar possíveis casos de violência doméstica que estejam atingindo as crianças. Haverá também atividades de orientação dos familiares.


Projeto: Circo Multicor – Promovendo a Saúde Emocional de Crianças e Adolescentes em Tempos de COVID-19

Cidade: Beberibe (CE)

Objetivo: Buscará promover a saúde emocional e a manutenção da trajetória escolar de 104 crianças e adolescentes, por meio de atividades de arte, educação e promoção da saúde. As atividades são inspiradas em práticas ancestrais afro-brasileiras e indígenas, o que contribui para a superação da discriminação racial. Os cuidadores diretos das crianças e adolescentes (familiares, professores, profissionais de saúde e agentes sociais) também serão orientados pela equipe do projeto.


Projeto: Movendo Cidadania

Cidade: Várzea Alegre (CE)

Objetivo: Atenderá 350 crianças e adolescentes por meio de oficinas educativas que abordarão temas como honestidade, responsabilidade, respeito, compromisso, confiança, autocuidado e perseverança. Haverá apoio aos familiares de crianças e adolescentes que apresentam dificuldades educacionais e de socialização intensificadas durante a pandemia. Também será feita uma avaliação local para identificar os principais impactos gerados pela pandemia na vida e aprendizagem de crianças e adolescentes.

Assine nossa newsletter

Com ela você fica por dentro de oportunidades como cursos, eventos e conhece histórias inspiradoras sobre profissionais da educação, famílias e organizações da sociedade civil.