Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional
Notícias Institucional

Seminário 2 – Planejamento e Avaliação


Confira as gravações completas das apresentações e vídeos resumidos do encontro da Cátedra de Educação Básica

 

Realizado em 13 de abril de 2019, os debates do segundo encontro, de título “Planejamento e Avaliação”, abordaram os processos de planejamento e avaliação das ações docentes; as ideias de medida e valor e o significado dos indicadores; e as boas práticas para uso da hora/atividade na autoformação.O seminário é um dos três encontros do ciclo Ação e Formação do Professor

Lançada pelo Itaú Social e Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA-USP), a Cátedra de Educação Básica tem como objetivo de contribuir com a formulação de políticas de formação e valorização dos professores das redes públicas de educação básica.

 

Gravação completa do seminário “Planejamento e Avaliação”

Parte 1 | Parte 2 | Parte 3 | Parte 4

 

Vídeos resumidos das apresentações

“Ação do Professor: Liberdade, Responsabilidade, Tolerância”, por Cláudia Costin

O Brasil precisa incluir temas como o ensino por competências e a transformação do mundo do trabalho no debate sobre educação, ao mesmo tempo em que tenta melhorar indicadores ainda muito baixos se comparados a outros países. Em todas essas questões, a formação inicial e continuada dos professores ganha papel central, segundo Claudia Costin, professora da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

 

“Avaliação: As ideias de medida e valor e o significado dos indicadores”, por Lino de Macedo

Com frequência, as avaliações são propostas considerando apenas o ponto de vista daquele que a está aplicando. Durante sua palestra, Lino de Macedo apresentou provocações para inverter essa lógica e possibilitar que educadores considerem a perspectiva dos estudantes e os sistemas de ensino observem os contextos das escolas ao elaborar propostas para observar desempenho de pessoas, instituições e redes.

 

“Ação do Professor: Liberdade, Responsabilidade, Tolerância”, por Luís Carlos de Menezes

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) define dez competências gerais que devem ser desenvolvidas pelos estudantes ao longo da Educação Básica. Quase todas tratam de temas como responsabilidade, tolerância, liberdade, empatia: como incorporar todos esses aspectos no fazer docente? Esse foi um dos questionamentos levantados pelo professor Luís Carlos de Menezes.

 

“Planejamento: Concepções de Conhecimento e Ações Docentes”, por Nilson José Machado

Já faz algum tempo que está ultrapassada a ideia de que os alunos são “tábulas rasas” e que educar é despejar informações sobre eles para que aprendam. “Já há um acordo geral que o conhecimento se constrói”, afirmou o professor Nilson José Machado durante sua palestra. Ainda assim, algumas práticas mostram que essa visão segue presente nas escolas. Machado apresentou outras perspectivas difundidas pela área da ciência que estuda o próprio conhecimento, a epistemologia. A maneira como o conhecimento é encarado pelos educadores reflete diretamente nas suas práticas. “O modo como a gente pensa influencia o modo como a gente age”, diz o especialista. Segundo Machado, conhecer as concepções sobre o saber pode ser uma maneira de promover uma maior integração entre a prática e as ideias. “As ações docentes, a didática, o pensar sobre o currículo, os métodos, os materiais, e as tecnologias, tudo isso decorre do que a gente pensa sobre esse tema”, afirma.