Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional
Notícias Institucional

Programa “Leia para uma Criança” celebra 10 anos

Para a edição 2020, os títulos selecionados para distribuição física foram “A visita” e “Com que roupa irei para a festa do rei?”


Com mais de 57 milhões de livros físicos distribuídos gratuitamente desde 2010, o programa Leia para uma Criança completa 10 anos. A iniciativa tem por objetivo incentivar a leitura do adulto para e com a criança como uma oportunidade de fortalecimento dos vínculos e da participação ativa na educação desde a primeira infância. Além disso, busca ampliar o repertório cultural da criança, por meio da literatura de qualidade, para seu desenvolvimento integral.

“Nas dez edições, o programa Leia para uma Criança nos permitiu levar a literatura infantil de qualidade para lares, escolas e bibliotecas de todo o país. A iniciativa, vencedora do Prêmio Jabuti em 2019, é mais do que distribuir livros. Ao longo desses anos, mostramos o quanto é importante a leitura de um adulto para e com uma criança, estimulando a participação da família na educação de seus filhos desde os primeiros anos”, destaca a superintendente do Itaú Social, Angela Dannemann.

A campanha deste ano inicia em 1º de outubro, com a distribuição gratuita de livros físicos. A expectativa é de que sejam entregues 3,6 milhões de exemplares. Os pedidos podem ser feitos pelo site e são abertos para qualquer pessoa, cliente Itaú ou não. As obras contam com versões acessíveis e em braile e com fonte expandida.

A coleção é composta pelos títulos:

A visita

No delicado livro da autora e ilustradora alemã Antje Damm, somos convidados a participar de alguns momentos do dia a dia de uma mulher chamada Elise, acompanhando as transformações que ocorrem em sua vida a partir da chegada de uma curiosa visita.

Com que roupa irei para a festa do rei?

Neste livro finalista do prêmio Jabuti, o autor Tino Freitas e a ilustradora Ionit Zilberman fazem referência a uma das mais famosas histórias de Hans Christian Andersen, um dos grandes escritores da literatura infantil mundial. Com um texto rimado e ilustrações bem-humoradas, os autores criaram um livro repleto de detalhes que convidam à participação das crianças.

Seleção

Todos os livros do programa são selecionados por meio de um edital público, e as obras passam pela curadoria de especialistas em literatura infantil, mediadores de leitura, organizações da sociedade civil, bibliotecas comunitárias, secretarias de educação, cultura e assistência social, voluntários do Itaú Unibanco, adultos e crianças de diversas regiões do país.

Confira o edital de seleção dos livros para a campanha de 2021

Distribuição focalizada

Além do envio para quem fizer o pedido no site, 600 mil coleções do Leia para uma Criança serão enviadas pelo Itaú Social para organizações da sociedade civil, bibliotecas comunitárias e municípios parceiros. Para esta última estratégia também receberão os livros os municípios participantes da iniciativo Selo UNICEF considerados de alta e muito alta vulnerabilidade, de acordo com o Índice de Vulnerabilidade Social (IVS), sobretudo nas regiões Norte e Nordeste.

Também serão entregues coleções para os municípios que fazem parte do programa Melhoria da Educação, desenvolvido pelo Itaú Social, que promove formação continuada para profissionais da educação pública.

 “Na ausência do mediador nas famílias – sabemos que muitos não são letradas ou alfabetizados – o papel da escola, do professor ou da professora se torna ainda mais fundamental para apresentar uma boa literatura às crianças. Por isso, a distribuição focalizada é também qualificada, pois oferecerá formação para a equipe pedagógica para que possam trazer as famílias para junto desse movimento de valorização da leitura”, destaca a coordenadora de Engajamento Social e Leitura do Itaú Social, Dianne Melo.

Live para uma Criança

Em 2020, pensando em promover a leitura em um novo formato e criar um momento para reunir toda a família, o Itaú Unibanco lança o “Live para uma Criança”. A partir de 10 de outubro, todos os sábados do mês da criança, o público contará com uma sessão de leitura de um dos livros exclusivo da coleção digital. Também será uma oportunidade de ouvir dicas de especialistas em mediação de leitura para crianças.

Cada livro irá abordar um tema relevante no momento: saúde, meio ambiente, empatia e educação. Os dois primeiros convidados já estão confirmados: o médico e escritor Drauzio Varella abre a sequência de lives no dia 10, com a leitura de “Superprotetores”, e a cantora Gaby Amarantos fará a leitura de “A flor que chegou primeiro”, no dia 17 de outubro.

 “Celebramos os 10 anos do Leia para uma Criança em um momento bastante desafiador. O isolamento social mudou a rotina de adultos e crianças em todo o país. Sensíveis a esse cenário, adaptamos nossa campanha para que, mais do que comunicar, pudéssemos criar um momento especial e transformador durante a quarentena”, explica o diretor de Marketing Institucional e Atacado do Itaú Unibanco, Eduardo Tracanella.

Na campanha concebida pela DPZ&T, o foco será 100% em ambiente digital, com filmes e conteúdo para rede sociais. A assinatura é “Quando você lê para uma criança, ela pode entender melhor o mundo e mudar o mundo para melhor”, mas agora com exemplos práticos deste conceito, trazidos pelo Live para uma Criança, em que assuntos da atualidade ganharam um olhar lúdico.  

Estante Digital

O programa Leia para uma Criança conta ainda com um acervo de 16 livros digitais e gratuitos, inclusive os que serão lidos nas lives. As obras também podem ser solicitadas no WhatsApp (pelo número 11 98151-1078). A iniciativa já distribuiu mais de 7,8 milhões de exemplares pelo aplicativo de mensagens. Importante destacar, porém, que não é recomendada a exposição de telas para crianças abaixo dos dois anos, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Números do Leia para uma Criança – 10 anos

· 57 milhões de livros distribuídos

· 53,4 milhões de livros distribuídos para pessoas físicas

· 3,6 milhões de livros distribuídos para organizações da sociedade civil, bibliotecas comunitárias, escolas públicas escolas públicas e redes de ensino de municípios de alta e muito alta vulnerabilidade

· 7,8 milhões de livros digitais enviados pelo Whatsapp

· 26 títulos físicos disponibilizados · 16 livros digitais disponíveis na estante virtual em www.euleioparaumacrianca.com.br