Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional
Notícias Institucional

Itaú Social e Jeduca lançam 3º Edital de Jornalismo de Educação

Iniciativa oferecerá oito bolsas de R$ 8 mil para jornalistas e premiará Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs) elaborados por estudantes de jornalismo. Inscrições estão abertas


As inscrições para a terceira edição do Edital de Jornalismo de Educação estão abertas. A iniciativa, da Jeduca (Associação de Jornalistas de Educação) e do Itaú Social, oferecerá oito bolsas de R$ 8 mil para jornalistas para a produção de uma grande reportagem ou uma série de reportagens sobre educação. Também serão premiados três Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs) sobre o tema, com reconhecimento financeiro entre R$ 1 mil e R$ 3 mil. 

“Os principais objetivos do projeto são fomentar grandes reportagens de educação em todo o Brasil e que esse tema entre cada vez mais em pauta nos cursos de jornalismo e comunicação em geral”, afirma o presidente da Jeduca, Fábio Takahashi. “As pautas realizadas e os trabalhos premiados nas duas primeiras edições mostraram visões e temas diversos, de maneira aprofundada”, completa.

Veja os resultados do e do editais.

“O jornalismo de educação tem papel fundamental na qualificação do debate público sobre a área, especialmente no atual momento que vivemos, no qual as desigualdades educacionais estão sendo aprofundadas e demandam um olhar mais atento”, afirma o coordenador de comunicação do Itaú Social, Alan Correia.

Confira as categorias:

Jornalista

Prazo das inscrições: até 25/10/2021

Podem se inscrever profissionais que já exerçam a profissão há pelo menos dois anos, apresentando uma proposta de pauta com roteiro de apuração, carta de aprovação do editor do veículo escolhido – seja um que o jornalista tenha vínculo ou não –, com o interesse pela publicação do material final. 

O recurso das bolsas pode ser usado de formas diversas, de acordo com o que a pauta exige, como  garantir que o profissional consiga se dedicar exclusivamente à reportagem. Os jornalistas podem ainda indicar possíveis despesas adicionais de até R$ 2 mil para a realização da pauta (deslocamentos, contratação de profissionais adicionais como designers, fotógrafos ou programadores de dados).

A reportagem produzida poderá ser publicada em veículos impressos, portais, sites, emissoras de rádio ou TV, mas não serão aceitas indicações de blogs ou publicações pessoais. 

Estudante

Prazo das inscrições: até 31/01/2022

Podem se inscrever formandos em 2021 e aqueles cujos trabalhos foram concluídos em 2020 e 2019. Serão aceitos TCCs em diferentes formatos, como livro-reportagem, especial multimídia, programa de rádio, documentário e monografia. Os TCCs necessariamente devem ser produtos jornalísticos sobre temas relevantes da educação pública brasileira ou terem relação direta com o jornalismo de educação. 

Seleção

A seleção vai priorizar pautas e trabalhos que tratem das desigualdades educacionais, mas outros possíveis temas da área não serão descartados. Todos serão avaliados quanto à originalidade, qualidade e relevância do tema pela Comissão Julgadora e Editorial. Na Categoria Jornalista, também será considerada a importância do recurso oferecido para que a pauta seja executada.

A Comissão Julgadora e Editorial do Edital é formada pelos jornalistas Denise Chiarato (coordenadora do grupo), Marta Avancini, Ricardo Falzetta e Rodrigo Ratier. O grupo também faz o acompanhamento da produção das pautas da Categoria Jornalista, sempre respeitando a independência dos jornalistas e veículos envolvidos.