Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca

AGÊNCIA DE

Notícias

Institucional

Programa Leia para uma Criança distribui livros infantis para cerca de 1,5 mil cidades

Campanha levou mais de 1,8 milhão de títulos para crianças por meio de 3.716 instituições sociais e órgãos públicos


A última edição da campanha Leia para uma Criança, do Itaú Social, distribuiu 1.867.678 livros infantis para 933.839 crianças de todas as regiões do Brasil. Os títulos foram disponibilizados por meio de 3.716 instituições sociais e de educação, localizadas em 1.468 cidades em situação de maior vulnerabilidade social no Brasil.

Leia para uma Criança: 10 anos de histórias

A edição de 2021 marcou uma mudança no formato do programa, atendendo crianças de zero a seis anos, por meio de OSCs (organizações da sociedade civil), bibliotecas comunitárias, escolas e creches públicas e outros equipamentos públicos voltados para a garantia dos direitos da primeira infância. 

Para atuar pela garantia do direito à leitura para todas as crianças, o programa Leia para uma Criança também distribui títulos nas versões em braile e acessível (com fonte ampliada para crianças com deficiência visual, e em formato audiovisual com múltiplos recursos de acessibilidade, como Libras e audiodescrição). 

Confira o resultado da campanha Leia para uma Criança 2021:

Instituições contempladas Livros regulares Livros em braille e livros acessíveis Total
OSCs 1.855 576.078 5.770 581.848
Escolas e creches 1.242 337.138 592 337.730
Secretarias Municipais de Educação 343 821.926 2.626 824.552
Órgãos públicos 276 121.862 1.686 123.548

“O Leia para uma Criança nasceu para estimular os adultos a lerem com e para as crianças, como forma de fortalecimento dos vínculos afetivos. Com o amadurecimento do programa, entendemos a necessidade de concentrar 100% das nossas ações no esforço para garantir o direito à leitura para famílias em situação de maior vulnerabilidade. Estamos vivendo um cenário de acirramento das desigualdades e promover o acesso à leitura de qualidade é contribuir com o desenvolvimento das crianças que foram ainda mais impactadas na pandemia”, explica a superintendente do Itaú Social, Angela Dannemann.

Instituições contempladas
Uma das organizações beneficiadas pela campanha foi a Giral, do município de Recife (PE), que recebeu 266 exemplares dos livros “Enquanto o almoço não fica pronto”, da autora Sônia Rosa, e o “Os olhos do jaguar”, do escritor Yaguarê Yamã, títulos selecionados pela campanha no ano passado. 

“Os livros recebidos foram doados junto com as cestas de alimentos e produtos de limpeza e higiene. Foi uma forma de também incentivar a leitura”, disse o presidente da Giral, Leonildo de Moura Souza.

Já no município de Itapevi (SP), que recebeu 11.906 títulos, os livros foram entregues à Secretaria Municipal de Educação e serão redistribuídos para crianças de escolas públicas, ampliando o acesso à literatura de qualidade.

“Ressaltamos que o gosto pela leitura transforma e, ao mesmo tempo, formar estudantes mais confiantes, seguros e com plena capacidade de construir conhecimento com bases sólidas e amplas para o exercício da cidadania”, destaca a supervisora de Ensino da Rede de Itapevi, Maria Lucia Galli. “Os livros também proporcionam momentos de união, interação, diálogo e afetividade entre a família com seus filhos”, complementa.

O programa
Iniciado em 2010, o Leia para uma Criança distribuiu cerca de 63,5 milhões de livros físicos gratuitamente. Foi o primeiro programa a receber o Prêmio Jabuti na categoria Fomento à LeituraSeu objetivo é incentivar a leitura do adulto para e com a criança como uma oportunidade de fortalecer o vínculo e a participação ativa na educação desde a primeira infância.

Assine nossa newsletter

Com ela você fica por dentro de oportunidades como cursos, eventos e conhece histórias inspiradoras sobre profissionais da educação, famílias e organizações da sociedade civil.