Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca

AGÊNCIA DE

Notícias

Institucional

Prevenção da violência on-line na primeira infância é tema de curso gratuito no Polo

Conteúdo disponibiliza materiais e ferramentas pedagógicas para contribuir com navegação mais segura para crianças na primeira infância


Cada vez mais presente na educação, a internet possibilita acessar um universo de informações de todos os lugares do mundo em poucos cliques. Essa imensidão de dados também pode trazer riscos para quem navega, especialmente às crianças. Tendo em vista os benefícios  e as ameaças do ambiente virtual que o Itaú Social, por meio do Polo, lança o curso “Prevenção da violência on-line na primeira infância”.

O conteúdo foi produzido em parceria com a Childhood Brasil e busca sensibilizar sobre o uso seguro da internet para crianças que estão na primeira infância (de zero a seis anos). A formação é destinada a docentes e gestores de redes de ensino e de organizações da sociedade civil. Oferece materiais de apoio e ferramentas para potencializar o diálogo sobre a construção de rotinas saudáveis de uso das tecnologias.

O curso trata do desenvolvimento infantil da criança na primeira infância; a criança como sujeito de direitos e as novas tecnologias; prevenção e a autoproteção como aliados na construção de rotinas saudáveis da Educação Infantil; privacidade como direito; e os desafios da proteção.

O curso tem duração  de quatro horas e oferece certificado. 

Dia da Internet Segura
O cuidado com as redes é um tema presente para familiares de crianças e especialistas no assunto, especialmente em fevereiro, quando é comemorado o Dia da Internet Segura (08/02). Assim como a proposta do curso, ao longo do mês ocorrem ações que debatem sobre como tornar a internet mais segura para todas e todos.

O Polo
Lançado em 2019 pelo Itaú Social, o Polo conta com mais de 100 mil usuários e, ao longo desse período, emitiu mais de 80 mil certificados. A plataforma oferece mais de 40 formações on-line, gratuitas e certificadas destinadas a profissionais da educação e de organizações da sociedade civil (OSCs). Também disponibiliza uma biblioteca com 260 arquivos de acesso aberto e gratuito, entre artigos, infográficos, estudos e pesquisas sobre educação pública. Conta ainda com a área editorial, que traz análises sobre temas desafiadores no campo da educação, como equidade racial, pandemia, fortalecimento das vozes indígenas, monitoramento e avaliação.