Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional

Edital Equidade Racial na Educação Básica recebe mais de 800 inscrições de todo país

Serão investidos R$ 3 milhões em projetos de pesquisa aplicada e em artigos científicos que apontem soluções para a equidade racial

O Edital Equidade Racial na Educação Básica recebeu 863 inscrições de projetos de Pesquisa Aplicada e Artigos Científicos que apontem soluções para a redução das desigualdades étnico-raciais nas escolas. A divulgação dos projetos selecionados está prevista para setembro e receberão, ao todo, investimento de R$ 3 milhões.

Na categoria Pesquisa Aplicada, as regiões Sudeste (34%) e Nordeste (31%) tiveram maior número de inscritos. Por etapas de ensino, 67% são projetos voltados para o ensino fundamental e 33% para o ensino médio. As linhas temáticas mais escolhidas foram: “Processos curriculares e abordagens pedagógicas inovadores” (53%), “Políticas públicas afirmativas e processos de gestão da equidade racial nas Secretarias e Escolas” (29%) e “Perspectivas epistemológicas e processos de aprendizagem e ensino” (18%).

Já na categoria Artigos Científicos, foram 258 inscrições finalizadas. O Nordeste e o Sudeste também foram as regiões com mais inscritos nesta categoria, alcançando 33% e 39,5%, respectivamente. A linha temática “Políticas públicas afirmativas e processos de gestão da equidade racial nas Secretarias e Escolas” recebeu o maior número de inscrições, 43%. Conforme modalidade, os artigos são de Mestrado (45%), seguido de Graduação (33%) e Doutorado (22%).

Em relação à raça-cor declarada, 74% se afirmaram como pesquisadores negros. E os autores de artigo 77%.

Edital Equidade Racial na Educação Básica

O edital busca a mobilização e articulação de escolas, redes de ensino, coletivos, centros de pesquisas e organizações da sociedade civil (OSCs) para viabilizar e fortalecer estratégias de enfrentamento das desigualdades raciais na educação. A iniciativa é uma realização do Itaú Social em parceria com o Ceert (Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades).

O prazo das inscrições foi de abril a junho. Na categoria Pesquisa Aplicada, serão selecionados 15 projetos, desenvolvidos durante um período de 18 meses, a partir de outubro de 2020. Na categoria Artigo Científico serão reconhecidos nove artigos, sendo seis com reconhecimento financeiro e três com menção honrosa.