Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca

Como recuperar aprendizagens e garantir equidade?


O SEMINÁRIO

O ano de 2022 teve seu início marcado por uma série de desafios trazidos de 2021. A vacina chegou, mas o cenário de pandemia ainda é grave. O campo da educação – especialmente a pública – continua sendo profundamente afetado pela crise na saúde. Além do déficit de aprendizagem, aprofundamento das desigualdades e do aumento do contingente de estudantes em situação de evasão escolar, as redes terão que lidar com a difícil tarefa de pensar na acolhida, bem-estar e cuidado com a saúde mental da comunidade escolar em ambiente presencial ou em modelo híbrido após quase dois anos de fechamento das escolas.

Considerando todos esses desafios, o Itaú Social realizou o 2º Seminário Melhoria da Educação: Recuperação das aprendizagens com foco em equidade com o apoio da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação e do UNICEF. O evento aconteceu em formato virtual, no dia 16 de março, a partir das 16h, e foi voltado para prefeitos, dirigentes e representantes das equipes técnicas de secretarias municipais e estaduais de educação, além de especialistas da área. 

Participaram deste encontro o Professor Chico Soares, Professor Emérito da Universidade Federal de Minas Gerais, Tânia Mara da Silva, Secretária de Educação de Santa Bárbara d’Oeste e a Diretora da Comunidade Educativa Cedac, Tereza Perez. Ao lado de Angela Dannemann, superintendente do Itaú Social, os convidados discutirão o cenário e as possibilidades de ação para as redes municipais e estaduais neste  novo ano letivo. O evento marcou, ainda, o lançamento do percurso Recuperação das Aprendizagens, pensado para apoiar as redes de educação neste momento complexo. 

Você pode assistir ao conteúdo do evento clicando no link abaixo:


CONVIDADAS E CONVIDADOS

Angela Dannemann – Itaú Social
Engenheira química (UFBA), mestre em Administração (IBMEC-RJ) e especialista em Avaliação de Programas (CEATS/FIA/USP). Atualmente é superintendente do Itaú Social. Participa dos conselhos do Consocial FIESP, do CIEB, do CIVI-CO e UNICEF. É associada da ABAVE (Associação Brasileira de Avaliação Educacional) e da AEA (American Evaluation Association) e foi fundadora da RBMA (Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação.

Chico Soares – Professor emérito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Doutor em Estatística pela University of Wisconsin – Madison e pós-doutor em Educação pela University of Michigan – Ann Arbor. Foi presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – Inep e membro do Conselho Nacional de Educação, no qual foi um dos relatores da Base Nacional Comum Curricular. É professor emérito da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG.

Tânia Mara da Silva – Secretária de Educação de Santa Bárbara d’Oeste/SP
Atualmente Secretária Municipal de Educação de Santa Bárbara D’Oeste, é professora da rede municipal de Ensino, na área de Educação Especial. Formada em Pedagogia com Habilitação para Deficientes Mentais e Administração Escolar pela Universidade Metodista de Piracicaba – Unimep, é pós-graduada em Educação Especial pela PUC Campinas, em Gestão Escolar pela Faculdade Network de Nova Odessa e Mestre em Educação pelo Centro Universitário Salesiano de São Paulo – a Unisal. Cursou também o Projeto em Literatura Afro-Brasileira pela USP (Universidade de São Paulo) e é militante do coletivo de Mulheres Negras Carolina Maria de Jesus.

Tereza Perez –  Diretora da Comunidade Educativa CEDAC
É diretora-presidente da Comunidade Educativa CEDAC, organização social que atua na formação de educadores de redes públicas com experiências em mais de 900 municípios brasileiros. Entre suas contribuições para a construção de políticas públicas em educação, destacam-se a sua atuação na coordenação e elaboração dos Parâmetros Curriculares Nacionais, nos anos 90, e a metodologia de implementação dos Arranjos de Desenvolvimento da Educação (anos 2000). Pedagoga de formação, no início de sua carreira foi professora na educação básica e coordenadora pedagógica. Também é autora de diversas publicações na área da educação.


O PROGRAMA MELHORIA DA EDUCAÇÃO

Implementado desde 1999 com o propósito de desenvolver ações de formação e qualificação técnica de educadores e gestores das secretarias municipais de educação em todo o Brasil, o programa Melhoria da Educação oferece conteúdos formativos online gratuitos e a distância para profissionais das redes de ensino de todo o país. O Programa conta, ainda, com um edital que seleciona municípios e iniciativas de colaboração intermunicipal (territórios) para participar de processos formativos e implementação de tecnologias educacionais.


OPORTUNIDADES DE FORMAÇÃO E SOLUÇÕES GRATUITAS EM GESTÃO DA EDUCAÇÃO

Os desafios da educação durante a pandemia continuam em 2022. Para se preparar para o novo ano letivo, o Polo, ambiente de formação do Itaú Social, oferece um catálogo com diversos cursos gratuitos, certificados e on-line. As formações estão divididas em diferentes temas: Gestão Pedagógica, Gestão Operacional, Monitoramento e Avaliação e Multiletramentos. Conheça os conteúdos disponíveis e inicie já a sua formação.

As Tecnologias Educacionais do Programa Melhoria da Educação são caminhos testados, aprovados e que, se colocados em prática, promovem significativo impacto na aprendizagem e equidade da oferta educacional nos municípios. Podem ser utilizadas por todas as secretarias de educação, de forma autônoma e com possibilidade de adaptá-las para responder a contextos variados.


Saiba mais: