Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional

Seminário discute a importância da avaliação econômica em políticas de aproximação entre famílias e escolas

Nesta sexta-feira (26), a Fundação Itaú Social realizou, em São Paulo, o 13º Seminário Internacional de Avaliação Econômica, em parceria com o jornal Valor Econômico. O evento, que teve como tema “A aproximação entre escola e família nas políticas educacionais”, contou com cerca de 340 participantes. “O objetivo deste seminário é tentar traduzir a ‘boa vontade’ em avaliações do impacto que gostaríamos de estar retornando à sociedade”, ressaltou Fábio Barbosa, vice-presidente da Fundação Itaú Social, em sua fala de abertura.

Participaram do evento os especialistas internacionais Susan Sheridan, diretora do Centro de Pesquisa em Criança, Juventude, Família e Escola da Universidade de Nebraska-Lincoln; Teresa Izquierdo, diretora do Programa “Aprender en Familia” da Fundação CAP – Chile; Francisco Gallego, diretor científico do J-Pal; e Samuel Berlinski, diretor do Departamento de Pesquisa Econômica do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Também estiveram presentes Raquel Teixeira, secretaria estadual de Educação, Esporte e Cultura de Goiás; Venuzia Fernandes do Nascimento, secretária de educação de Santos (SP); Ricardo Paes de Barros, economista-chefe do Instituto Ayrton Senna e professor do Insper; Naercio Menezes Filho, professor da Universidade de São Paulo (USP), Insper e consultor da Fundação Itaú Social; Ana Lima, líder da organização Conhecimento Social;  Tânia Resende, do Observatório Sociológico Família-Escola/UFMG; Priscila Cruz, presidente-executiva do Todos Pela Educação; Antonio Bara Bresolin, coordenador de Avaliação Econômica de Projetos Sociais da Fundação Itaú Social e Otoniel Niccolini, gestor de projetos, também do Itaú Social.