Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional
Notícias Institucional

Polo lança dois cursos de apoio ao planejamento da retomada das aulas presenciais


Formações oferecem orientações e instrumentos para gestores e equipes técnicas das redes municipais e estaduais de educação

O Polo, ambiente de formação do Itaú Social, disponibilizou dois novos cursos com conteúdo de apoio para o período de retomada das aulas presenciais. Direcionados aos gestores educacionais e equipes técnicas, o objetivo do conteúdo é oferecer orientações e instrumentos que apoiem as redes municipais e as estaduais de educação para atuarem mais próximas de seus municípios.

Para o curso “Retomada às atividades presenciais com foco em equidade”, a proposta é preparar as secretarias para pensar e planejar ações de aprendizado com o foco na equidade. Diante do direito à educação de qualidade que todos os estudantes possuem, o curso promove reflexões sobre os diversos tipos de desigualdades que foram acentuadas durante a pandemia e evidenciadas quando falamos da continuidade das atividades pedagógicas de forma não presenciais no período.

A formação “Reabertura das escolas e atividades pedagógicas” tem como foco apoiar no enfrentamento de questões essenciais para garantir o direito à educação com segurança, considerando todas as variáveis envolvidas no planejamento de um retorno às aulas. Com isso, o conteúdo conta com planejamento e instruções para implementação de atividades pedagógicas que potencializem a aprendizagem de crianças, adolescentes e jovens durante a reabertura, dando continuidade às diferentes estratégias adotadas por cada secretaria.

O conteúdo está disponível nas trilhas: dirigentes municipais e equipe, dirigentes estaduais e equipe e equipes de arranjos intermunicipais.

Educação na Pandemia

O material faz parte do percurso formativo Educação na Pandemia, que está dividido em três eixos principais:

1) gestão da educação: dirigentes municipais e estaduais encontrarão materiais para realizar uma gestão da educação eficiente nos temas mais urgentes;

2) atividades para o desenvolvimento integral de crianças, jovens e adolescentes:  voltado para professores, coordenadores pedagógicas, diretores escolares e famílias utilizarem durante o isolamento;

3) conteúdo para organizações da sociedade civil: a importância de formar redes de garantias de direitos.