Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional

Olimpíada de Língua Portuguesa anuncia os 152 finalistas

A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro anunciou no dia 19 de novembro, em Brasília (DF), os últimos nomes dos finalistas selecionados nos gêneros textuais contemplados pelo Programa: Artigo de Opinião, Poema, Crônica e Memórias Literárias. A etapa final será realizada em dezembro e reunirá os 152 finalistas, 38 de cada categoria. Entre eles serão escolhidos 20 alunos e 20 professores vencedores nacionais, que receberão medalhas de ouro e notebooks. As escolas nas quais estudam os 20 estudantes serão contempladas com laboratórios de informática, compostos por dez microcomputadores e uma impressora, projetor e telão, além de livros para a biblioteca.

Desde o dia 28 de outubro, 500 alunos e seus respectivos professores, de todos os estados brasileiros, participaram de oficinas regionais de leitura e escrita em quatro capitais: Belo Horizonte (MG), Maceió (AL), Porto Alegre (RS) e Brasília (DF). Na ocasião, também foram realizadas as premiações regionais dos semifinalistas, que receberam medalhas de bronze, em reconhecimento, e dos finalistas, premiados com medalhas de prata e tablets – suas respectivas escolas receberam uma placa de homenagem.

O Programa tem como objetivo contribuir para a formação de professores, tendo em vista o estímulo à leitura e a melhoria do ensino da escrita nas escolas públicas brasileiras. Para isso, oferece aos docentes da rede pública uma metodologia instigante, baseada no ensino e aprendizagem da língua por meio de gêneros textuais. A iniciativa é desenvolvida pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Fundação Itaú Social, sob a coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

Confira aqui os nomes dos finalistas nas categorias PoemasMemórias LiteráriasCrônicas e Artigo de Opinião.

Sobre o Programa – Em 2002, a Fundação Itaú Social criou, com a coordenação técnica do Cenpec, o Programa Escrevendo o Futuro, que, em 2008, foi transformado em política de educação do governo federal e passou a ser nomeado Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. O programa conta com a parceria da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), do Canal Futura e do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).