Ir para o conteúdo Ir para o menu
Polo de desenvolvimento educacional

Jovens Urbanos integra plano de políticas públicas para juventude em Santos

A Fundação Itaú Social e o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec) firmaram, no dia 10 de julho, um convênio com a Prefeitura de Santos que possibilita a utilização de elementos da metodologia do Programa Jovens Urbanos em um plano de ação voltado para a juventude, a ser desenvolvido conjuntamente por várias áreas da política pública da cidade. O termo foi assinado durante a solenidade que criou a Coordenadoria da Juventude de Santos, vinculada à Secretaria de Defesa da Cidadania, que cuidará da articulação dessas ações.

Participaram da solenidade o prefeito, Paulo Alexandre Barbosa, o secretário de Defesa da Cidadania, Carlos Alberto Ferreira Mota e o coordenador da nova organização, Wellington Araújo, entre outros representantes de órgãos públicos e da sociedade civil.

Para Araújo, a Coordenadoria é uma grande conquista para os jovens da cidade. “Com ela vamos poder atuar de maneira efetiva e promover avanços para a juventude santista”, destaca. Santos tem 90 mil jovens de 15 a 29 anos sendo que só o polo universitário da cidade concentra aproximadamente 35 mil estudantes.

A superintendente do Cenpec, Ana Helena Altenfelder, destacou que o Programa Jovens Urbanos tem entre seus pilares a contribuição o enfrentamento das desigualdades. “A parceria vai na direção de ajudar os jovens, principalmente os que vivem em condições mais vulneráveis, a desenvolver protagonismo em relação a seus projetos de vida”, disse.

Segundo a superintendente da Fundação Itaú Social, Isabel Santana, essa parceria entre a iniciativa privada, a sociedade civil e o poder público, unidos pela formação de novas gerações, é algo a ser celebrado. “Pensar a juventude exige a tecedura de redes que envolvam vários setores, pois isso é fundamental para que os jovens se desenvolvam em toda a sua completude”.

Desde 2004, o Programa Jovens Urbanos beneficiou 8.885 jovens em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo. A cidade de Santos é a primeira do litoral paulista a firmar essa parceria.