Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional
Notícias Institucional

Itaú Social promove encontros que exaltam a literatura indígena

“Jenipapos: Redes de Saberes” reúne três autores indígenas que levam em seus livros as histórias e os costumes dos povos originários brasileiros


Nesta semana começou a série de encontros “Jenipapos: Redes de Saberes” na plataforma Polo, ambiente de formação do Itaú Social. Ao todo, são três encontros gratuitos com escritores que discutirão sobre literatura indígena. A iniciativa conta com a parceria da MINA Comunicação e Arte, com a autoria de Isabella Rosado Nunes e Maurício Negro e com a consultoria de Daniel Munduruku.

Os encontros buscam destacar a literatura de autoria indígena, impregnada de tradições e atualizações, a partir da valorização da história contada que se manifesta em diversas dimensões: educação, cultura, memória, natureza, meio ambiente, ética, entre outras; incluindo conhecimentos, hábitos e práticas dos povos originários. 

O primeiro encontro, realizado no dia 18 de outubro, foi com o escritor e professor Daniel Munduruku. Autor de 54 livros publicados no Brasil, já recebeu diversos prêmios por sua obra literária. Ele fez reflexões sobre a identidade e a cultura brasileira. Ao final da apresentação, os participantes receberam por e-mail o livro Mundurukando 2 – Sobre Vivências, Piolhos e Afetos

O próximo evento será com o autor Yaguarê Yamã, que abordará o tema “Nheengatu – uma vivência linguística”, no dia 8 de novembro, às 17 horas (BRT). Escritor, professor, geógrafo, artista plástico e líder indígena, é filho do povo Maraguá (AM). Ele é autor do livro “Os olhos do jaguar”, obra selecionada para o Programa Leia para uma Criança 2021

O último encontro será no dia 23 de novembro, às 10 horas (BRT), com a educadora, artista e liderança da aldeia Muã Mimatxi, Dona Liça Pataxoop. Ela contará sobre “A vida do Pataxoop no Hãm Kuna’a Xeka”. Em seu processo educativo, Dona Liça utiliza os Tehêys, desenhos-narrativas por meio dos quais as crianças indígenas aprendem a ler com as imagens e conhecer os valores da vida e da natureza que fazem parte da cultura e do território do seu povo.

Para participar dos próximos encontros, é preciso se cadastrar no Polo, abrir o link do encontro específico, selecionar “Visualizar sessão” e em seguida  “Selecionar essa sessão”. É possível participar dos dois próximos encontros, mas para isso é necessário repetir o processo, alterando o evento.

O conteúdo é destinado para profissionais que atuam em organizações da sociedade civil, bibliotecas comunitárias e escolas públicas.

Agende-se:
  • 08/11, segunda-feira, de 17h às 19h

    “Nheengatu – uma vivência linguística”, com Yaguarê Yamã

  • 23/11, terça-feira, de 10h às 12h

    “A vida do Pataxoop no Hãm Kuna’a Xeka”,  com Dona Liça Pataxoo

    Inscrições: Polo