Ir para o conteúdo Ir para o menu
Polo de desenvolvimento educacional

Fundação Itaú Social oferece formação em mediação de leitura no ES

A Fundação Itaú Social realizou, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Vitória e a Secretaria Estadual de Educação do Espírito Santo, a formação sobre Mediação de Leitura em 30 de maio, em Vitória. A iniciativa, que faz parte do programa Itaú Criança, tem como objetivo resgatar e valorizar a importância do adulto na missão de inspirar a formação de novos leitores.

Com duração de quatro horas, a oficina abordou questões como a formação e desenvolvimento do leitor, as diferenças entre ler e contar histórias, a mediação de leitura de textos de literatura, o papel do mediador de leitura, seleção de acervo e espaços de leitura, além da importância de motivar a leitura como um hábito de lazer e convivência social, familiar e comunitária. Foram beneficiados 112 profissionais de ambas as secretarias que atuam no programa Coordenadores de Pais, no Projeto Leia e na coordenadoria dos bibliotecários da Rede Municipal de Educação de Vitória.

“A formação despertou novamente em mim o encantamento pela leitura. Eu costumava ler para os meus filhos quando eles eram pequenos, mas conforme eles foram crescendo, eu passei a ler menos. Depois da oficina, percebi a importância desse momento para a nossa convivência e voltarei a ler para eles”, disse a Coordenadora de Pais da escola Benício Gonçalves, Paula Fernanda Rodrigues Rabelo, uma das participantes da formação.

Com as técnicas apresentadas durante o encontro, Paula pretende elaborar uma oficina de mediação de leitura para os estudantes de sua escola, para que eles, posteriormente, possam atuar como multiplicadores na comunidade. “Com esse projeto, poderemos mostrar que o hábito de ler não precisa ser uma obrigação. Por isso, o trabalho de sensibilização com nossos estudantes e com suas famílias será fundamental para mudar a percepção da comunidade sobre a leitura e para que ela passe a frequentar mais a biblioteca da nossa escola”, disse.

Para apoiar os profissionais que atuam como Coordenadores de Pais em cada uma das 34 escolas participantes do programa no Espírito Santo serão contempladas com uma Biblioteca Itaú Criança, composta por 100 títulos de literatura infanto-juvenil. Esses profissionais são responsáveis por aproximar as famílias das escolas com o intuito de reduzir os índices de evasão escolar e de impactar a aprendizagem dos alunos. Além disso, para incentivar a leitura entre os alunos matriculados no Ensino Fundamental, a Fundação Itaú Social também disponibilizará a cada um dos 4.339 alunos das mesmas 34 unidades Coleções Itaú de Livros Infantis, cada uma com três livros.