Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional

Escritor moçambicano Mia Couto participa de encontro com estudantes em São Paulo

Evento faz parte do programa educativo Escola, Museu e Território, iniciativa do Museu da Língua Portuguesa com apoio do Itaú Social

Autor de mais de 30 livros, reconhecido internacionalmente com vários prêmios, entre eles o Prêmio Camões (2013) e o Neustadt Prize (2014), o moçambicano Mia Couto participou de evento do programa educativo Escola, Museu e Território promovido pelo Museu da Língua Portuguesa junto ao Itaú Social, no contexto do programa Prazer em Ler.

Realizado em 20 de setembro, o evento reuniu estudantes, educadores, coletivos, mediadores de leitura e articuladores de bibliotecas comunitárias no auditório da Escola Técnica Estadual (ETEC) Santa Ifigênia, em São Paulo.

Nas semanas anteriores ao encontro, os professores e estudantes da ETEC trabalharam em sala de aula títulos do Mia Couto, como O fio das miçangas e Poemas Escolhidos, visando facilitar a conversa sobre sua trajetória e obras. No evento, o autor  contou sobre o significado da escrita em sua vida, relembrou o tempo em que viveu no regime de ditadura e falou sobre o meio ambiente, uma vez que é biólogo de formação.

Para a coordenadora de Linguagens do Itaú Social, Dianne Melo, o contato com o autor aproxima os jovens da literatura de qualidade. “Quando os alunos podem ler a obra e conversar com o autor sobre o cenário de construção da narrativa, a escolha dos personagens e o contexto histórico, têm a oportunidade de ressignificar inclusive a própria vida. Este é um pouco o papel da literatura, de empoderamento, de apropriação da cultura”, considera.

 

O programa

O programa educativo Escola, Museu e Território é uma iniciativa da Fundação Roberto Marinho em parceria com o Governo do Estado de São Paulo em como patrocinadores a EDP e o Grupo Globo, com apoio da CPTM, do Itaú Social e do Governo Federal por meio da lei federal de incentivo à cultura. A participação de Mia Couto no Programa Educativo foi uma iniciativa da Fundação Roberto Marinho e do Itaú Social, com apoio do Grupo Companhia das Letras, da LiteraSampa e da ETEC Santa Ifigênia.