Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca

AGÊNCIA DE

Notícias

Institucional

Em transmissão do Valor, Angela Dannemann fala sobre educação e fortalecimento da sociedade civil

Na entrevista, a superintendente do Itaú Social aponta como o Investimento Social Privado pode contribuir para o fortalecimento da sociedade em favor da recuperação das aprendizagens e do combate à evasão escolar


O atual cenário da educação e a contribuição de OSCs (organizações da sociedade civil) para apoiar o desenvolvimento de crianças, adolescentes e jovens foram temas da conversa da superintendente do Itaú Social, Angela Dannemann, na live do Valor, transmitida no dia 13 de maio, sexta-feira. 

A superintendente chamou atenção para a parceria entre escola, sociedade civil, poder público e empresas – por meio do ISP (Investimento Social Privado) – como possibilidade para ampliar a oferta de atividades educativas.  “A organização da sociedade civil pode ofertar aos estudantes, no turno complementar ao da escola, uma variedade de assuntos como tecnologia, arte e esporte que, às vezes, a escola por ter um tempo curto, não dá conta”, disse.

Angela trouxe para discussão o pouco tempo que o estudante do ensino público no Brasil permanece em sala de aula quando comparado com a maioria dos países, que oferecem ensino de tempo integral. Este período reduzido, segundo a superintendente, provoca um aprofundamento na desigualdade social.

“É muito raro encontrar escolas no mundo que oferecem seis ou sete horas de atividades durante o dia. E o foco não é apenas tempo, mas também uma variedade de conteúdos e de espaços diferentes de aprendizagens […] Com essa escola que só dura quatro horas [no Brasil], um menino mais pobre que frequenta a rede pública até o nono ano do ensino fundamental terá uma desvantagem de sete mil horas de ensino em comparação com a criança mais rica”, conta ela, citando a o principal achado da pesquisa “Cada Hora Importa”, realizada pelo Itaú Social em 2021.

A conversa também apresentou os possíveis caminhos para responder aos desafios da educação atual e o trabalho do Itaú Social neste contexto. “Com as escolas reabrindo, o nosso foco é buscar resolver as questões de evasão escolar e trabalhar no conceito de recuperação das aprendizagens. Esse projeto será mais rico se tivermos uma aliança entre a escola e a sociedade civil no território.”

Assine nossa newsletter

Com ela você fica por dentro de oportunidades como cursos, eventos e conhece histórias inspiradoras sobre profissionais da educação, famílias e organizações da sociedade civil.