Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional

Em Goiás, Programa Coordenadores de Pais aumenta envolvimento dos familiares com a rotina de estudos

A Fundação Itaú Social realizou avaliação do Programa Coordenadores de Pais, que vem sendo implementado em escolas das redes de ensino Fundamental II e Médio de Goiás desde outubro de 2013. Os resultados demonstram que o Programa é eficaz ao contribuir para a aproximação entre escolas, famílias e comunidade.

O Coordenadores de Pais é uma iniciativa da Fundação Itaú Social desenvolvida desde 2009 em redes educacionais brasileiras com o objetivo de estimular o envolvimento das famílias no cotidiano escolar e no apoio ao aprendizado dos alunos. Com foco na criação de elos entre a escola, a família e a comunidade, o profissional que atua como Coordenador de Pais, em geral é também um morador do bairro em que está localizada a escola, e desenvolve ações que auxiliam os responsáveis a acompanhar e apoiar o aprendizado dos estudantes. Dentre os objetivos do Programa em médio e longo prazo, destacam-se a redução dos índices de absenteísmo, evasão e indisciplina, aumento da participação dos familiares na educação dos alunos e a construção, na escola, de um ambiente mais acolhedor.

A avaliação do Coordenadores de Pais em Goiás indicou que, na percepção dos estudantes, a iniciativa aumentou em 6% o envolvimento das famílias com a rotina de estudos. Houve, ainda, um impacto positivo de 4% na percepção dos responsáveis sobre o acolhimento que recebem das escolas. Os resultados foram apresentados no 13º Seminário Internacional de Avaliação Econômica de Projetos Sociais, realizado em São Paulo no final de agosto.

Em Goiás, o Coordenadores de Pais foi implementado em outubro de 2013 em parceria com a Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) em nove escolas da rede estadual nos municípios de Aparecida de Goiânia, Inhumas, Goiânia e Anápolis. A avaliação econômica foi realizada no final de 2014, com a iniciativa ainda em estágio piloto, a fim de gerar subsídios para o aprimoramento e expansão como política pública na rede estadual de ensino, assim como refinar a metodologia do Programa e sistematizar conhecimentos importantes para a implementação em outras localidades no País. Além de Goiás, o Coordenadores de Pais está sendo implementado na rede estadual do Espírito Santo e municipal de Santos (SP).