Ir para o conteúdo Ir para o menu
Polo de desenvolvimento educacional

Educação integral alcança cerca de 17% de alunos da rede pública

Em 2017, a educação integral atingiu 17,4% dos alunos matriculados na rede pública de ensino no Brasil. Para cumprir a meta 6 determinada pelo Plano Nacional de Educação (PNE), que propõe ampliar a oferta da educação integral, o indicador terá que crescer 7,6 pontos percentuais nos próximos 7 anos. A taxa referente às escolas públicas que possuem alunos em jornada integral foi de 28,6%, no mesmo ano. Neste caso, para alcançar a meta determinada será necessário um crescimento de 21,4% até 2024. Os dados integram o relatório do 2º Ciclo de Monitoramento das Metas do PNE realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A meta 6 do PNE propõe oferecer educação integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas, de forma a atender ao menos 25% dos alunos da educação básica.

Entre as 20 metas que compõem o PNE, só foi cumprida a 13ª, que eleva a qualidade da educação superior e amplia a proporção de mestres e doutores em exercício na docência.

O PNE estabelece diretrizes, metas e estratégias a serem realizadas até 2024. Patrícia Mota Guedes, gerente de pesquisa e desenvolvimento do Itaú Social, comentou o monitoramento das metas do Plano em entrevista à Rádio Jovem Pan. Ouça a entrevista completa.