Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional
Notícias Institucional

Dia do voluntariado: curso mostra como promover uma ação voluntária

Disponíveis gratuitamente no Polo, aulas trazem dicas práticas para se voluntariar


Contribuir para a construção de um mundo melhor é a premissa do voluntariado, que se tornou ainda mais valorizado neste momento de crise econômica e sanitária, consequência da pandemia de Covid-19. Em comemoração ao Dia Nacional do Voluntariado (28 de agosto), o Itaú Social lançou um curso que mostra como realizar ações voluntárias de forma simples, consciente e transformadora. 

O primeiro passo para se tornar um voluntário é refletir sobre qual tema e com qual público gostaria de atuar. “Depois, é recomendado mapear instituições que trabalhem com o tema escolhido, que podem ser organizações da sociedade civil, escolas públicas, ou outros espaços, assim é possível identificar as oportunidades de atividades voluntárias”, explica a consultora do Conexão Trabalho, especializada em voluntariado empresarial, Roberta Rossi, uma das instrutoras do curso.

Ao procurar uma atividade voluntária, é importante que a pessoa interessada reflita sobre quais seus valores, sua disponibilidade de tempo, quais são suas habilidades e quais atividades gostaria de realizar. As ações podem ser individuais ou coletivas, presenciais ou on-line. 

De acordo com a coordenadora de Engajamento Social e Leitura do Itaú Social, Dianne Melo, o voluntariado é a possibilidade de fazer a diferença para a sociedade que desejamos. “Todos nós que vivemos em um mundo tão desigual sabemos como é um desafio enorme olhar para uma população que não têm as mesmas oportunidades de acesso à educação, cultura, esporte, saúde e lazer. É por isso que a mobilização social é tão importante. É o nosso reconhecimento enquanto cidadãos conscientes destas dificuldades e do nosso papel nesta sociedade”, destaca.

Mobiliza Itaú

O programa de voluntariado do Itaú Social nasceu em 2003 para oferecer aos colaboradores a possibilidade de engajamento em oportunidades de ações voluntárias, em especial aquelas ligadas à melhoria da educação pública brasileira. Atualmente, existem 41 comitês Mobiliza Itaú, compostos por mais de 300 membros voluntários ativos. 

Entre eles está o analista de suporte Joferson Marrão Ferreira, que percebeu cedo a importância do voluntariado. “Quando era criança, recebi a doação de materiais escolares por parte dos bombeiros e isso ficou no meu coração. O voluntariado é uma oportunidade de transformar o lugar que a gente vive”, conta. 

Em comemoração do Dia do Voluntariado, Joferson participará de duas ações no dia 28 na cidade de São Paulo (SP). A primeira é o “Drive-thru da Sustentabilidade”, quando serão arrecadados itens de metal e plástico (tampinhas, talheres, panelas, latas, lacres de alumínio, entre outros). As vendas dos materiais serão revertidas para um centro de educação infantil e para uma organização que cuida de animais abandonados. A segunda é a doação de equipamentos usados de informática para jovens de uma comunidade no bairro Penha, na Zona Leste.  

A engenheira de Tecnologia da Informação Catarina Tomiko Yamaguchi, voluntária desde 2005, também vai liderar uma ação na capital paulista. Nesta sexta-feira, dia 27 de agosto, com o objetivo de incentivar o amor à natureza, junto com outros voluntários do Itaú, fará o plantio de orquídeas no CEI (Centro de Educação Infantil) Nazir Miguel, localizado no bairro do Brás. A ação vai beneficiar cerca de 80 crianças matriculadas. A ideia é salvar as plantas que seriam descartadas depois que as flores murcham e ensinar as crianças e colaboradores como cuidá-las. A atividade terá a parceria do Instituto Amigos da Praça.

Dicas práticas

  • Ouvir

O processo de escuta é muito importante para que você entenda não só as necessidades, mas também as potencialidades daquela organização e público.

  • Alinhar expectativas

Momento de transparência, de deixar claro o que cada parte espera da outra e de definição de objetivos claros.

  • Planejar

Construir conjuntamente um bom planejamento para as ações.

  • Criar uma relação de confiança

A troca de competências e experiências entre comunidades, voluntário e empresas fortalece o desenvolvimento social.

Fonte: Curso Voluntariado e sociedade: conhecer para transformar/Itaú Social