Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional
Notícias Institucional

Dia do Diretor Escolar: conheça os cinco cursos do Polo mais procurados pelos gestores

Leitura na primeira infância, a aplicação da BNCC na rotina escolar e a interpretação de dados de pesquisa em educação são os temas preferidos


Com a responsabilidade de realizar a gestão administrativa e pedagógica da escola, a diretora e o diretor têm o papel de garantir um bom ambiente para docentes, estudantes e demais trabalhadores da educação, além de planejar projetos pedagógicos alinhados à BNCC (Base Nacional Comum Curricular).

Neste Dia do Diretor Escolar, 12 de novembro, o Itaú Social selecionou os cinco cursos mais acessados por estes gestores escolares no Polo, ambiente virtual de formação. A plataforma tem a proposta de promover a aprendizagem contínua e garantir aplicações práticas que respondam aos principais desafios da educação. 

O Polo conta com mais de 3.200 diretores escolares cadastrados, juntos eles somam mais de sete mil inscrições em cursos oferecidos pela plataforma. São dezenas de formações desenvolvidas em parceria com instituições de referência na área de educação, oferecidas gratuitamente e certificadas.

Conheça os cinco cursos mais acessados pelos gestores escolares:

  1. Infâncias e Leituras: propõe orientar sobre as práticas de mediação de leitura para a criança desde a primeira infância, tendo como objetivo a criação de vínculo e o acesso à educação e à literatura. Produzido em parceria com o Laboratório Emília de Formação, tem carga horária de 20 horas.
  2. Leitura para bebês: realizado em conjunto com a Nova Escola, o conteúdo tem a proposta de estimular que crianças, logo na primeira infância, despertem o interesse pela literatura a partir da mediação de leitura. A carga horária é de 10 horas.
  3. Avaliações externas e a aprendizagem: o objetivo é apoiar gestores escolares e técnicos das secretarias de educação a compreenderem e interpretarem os dados de avaliações externas, como o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), a fim qualificar a aprendizagem de crianças e adolescentes. Tem carga horária de 24 horas e conta com a parceria da CEDAC. 
  4. A BNCC como oportunidade para rever o projeto político: tem a proposta de auxiliar na revisão do projeto político-pedagógico (PPP), levando em conta a realidade de cada escola e a BNCC.  Com duração de 24 horas, foi desenvolvido em conjunto com a Nova Escola. 
  5. A BNCC nas práticas de gestão escolar: desenvolvido em parceria com a Nova Escola, tem duração de 10 horas. O conteúdo tem o objetivo de mostrar os campos de atuação dos gestores escolares, seu papel na implementação da BNCC e as qualidades da gestão democrática, no qual os processos de decisões passam por mais atores do ambiente escolar.

Volta às aulas
Pensando nos novos desafios que o retorno das aulas presenciais proporciona aos gestores escolares e profissionais da educação, o Itaú Social e o Instituto Reúna lançaram o percurso formativo Mapas de Foco da BNCC. O objetivo do conteúdo é oferecer estratégias para diagnosticar e direcionar, de forma mais assertiva, os conteúdos pedagógicos e componentes curriculares.

A ferramenta foi criada com foco no Ensino Fundamental (1º ao 9º ano) nas áreas de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História e Geografia, e busca identificar as aprendizagens e habilidades prioritárias para a criança neste cenário de volta às aulas presenciais. O percurso conta com sete conteúdos formativos, que podem ser acessados também por dirigentes municipais e técnicos de secretarias.