Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional
Notícias Institucional

Dia da Consciência Negra: Confira as pesquisas selecionadas no Edital Equidade Racial na Educação Básica

Com investimento de R$ 3 milhões, projetos irão se dedicar a temas como educação quilombola, processos de formação docente e lideranças territoriais e práticas pedagógicas para o ensino de relações étnico-raciais


Quinze pesquisas aplicadas junto a escolas e/ou organizações da sociedade civil irão buscar  soluções para a redução das desigualdades étnico-raciais na Educação Básica brasileira. Os projetos foram selecionados por meio do Edital Equidade Racial na Educação Básica e receberão aporte financeiro total de R$ 3 milhões para o desenvolvimento. O processo selecionou ainda nove artigos científicos sobre o tema.

Dados dos projetos de pesquisa:

Projetos inscritos

Projetos escolhidos

São quatro projetos voltados para Educação Infantil, quatro para Ensino Fundamental I (anos iniciais), quatro para Ensino Fundamental II (anos finais) e três para Ensino Médio. Educação quilombola, processos de formação docente e lideranças territoriais, práticas pedagógicas para o ensino de relações étnico-raciais são alguns dos temas que serão desenvolvidos. Cada pesquisa receberá um aporte financeiro de R$ 150 mil cada, além de uma bolsa no valor de R$ 3 mil por mês para o(a) pesquisador(a) coordenador(a) durante o período da pesquisa (18 meses).


Na categoria Artigo Científico são nove selecionados(as), três em cada modalidade: doutorado, mestrado e graduação. O(A) primeiro(a) e segundo(a) colocados(as) receberão reconhecimento financeiro (de R$ 3 mil a R$ 8 mil) e o(a) terceiro(a) colocado(a), menção honrosa. Práticas pedagógicas antirracistas, feminismo negro, representatividade na literatura infantil e reprodução de racismo nas escolas estão entre os temas dos artigos vencedores.

Dados dos artigos científicos:

Artigos inscritos:

Artigos contemplados:


Edital
O edital recebeu 863 inscrições de todo o país. Após a divulgação dos(as) selecionados(as), acontecem a primeira oficina de trabalho, a apresentação dos projetos e artigos selecionados e a assinatura do termo de outorga. As pesquisas deverão ser desenvolvidas em 18 meses. A iniciativa do Itaú Social contou com a realização do CEERT (Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades) e parceria do Instituto Unibanco, da Fundação Tide Setubal e do UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância).

Para garantir a transparência em todo o processo seletivo, as cinco instituições realizadoras e parceiras formaram uma estrutura de governança, com o apoio de um conselho consultivo constituído por especialistas da temática racial, educação básica, assim como fomento e organização de editais de pesquisa.

Confira as(os) selecionadas(os):

Projetos Científicos
Educação infantil

  • “As contribuições da Pedagogia de Projetos para o ensino da questão étnico-racial”, Fabiana de Oliveira
  • “Construindo uma escola antirracista: ingresso e permanência de cotistas na educação básica”, Neli Edite dos Santos
  • “Por uma infância escrevivente: práticas de uma educação antirracista”, Fátima Santana
  • “Nô bá brinca, vamos brincar, ahi tlangui? Catálogo de jogos e brincadeiras africanas e afro-brasileiras”, Míghian Danae

Ensino Fundamental I

  • “Quilombos e educação: políticas públicas e práticas pedagógicas”, Givania Maria da Silva
  • “Poronga da Equidade: saberes tradicionais e diretrizes curriculares nacionais para a educação escolar quilombola em práticas escolares de Jambuaçu/PA”, Ana D’Arc Martins De Azevedo
  • “Zumbi-Dandara dos Palmares: desafios estruturais e pedagógicos da educação escolar quilombola para a promoção da equidade racial no Brasil do século XXI”, Alan Alves Brito
  •  “LitERÊtura: formação em literatura infantil e juvenil com temática da cultura africana e afro-brasileira”, Débora Cristina de Araujo

Ensino Fundamental II

  • “Ancestralidade Griot – Ah! Eu vim da Ilha de Maré Quilombola, mano!”, Nádia Maria Cardoso da Silva (BA)
  • “O currículo e os processos de formação docente no campo das relações étnico-raciais na educação básica numa perspectiva inter e transdisciplinar”, Cicera Nunes
  • “Epistemologias Antirracistas e Projeto Político Pedagógico: Uma pesquisa aplicada no âmbito da secretaria de educação de Contagem/MG”, Erisvaldo Pereira dos Santos
  • “Etnomatemática, Modelagem Matemática e Formação de Professores: possibilidades de implementação da 10639/2003 no ensino de Matemática”, Cristiane Coppe de Oliveira

Ensino Médio

  • “Ressignificando as Relações Étnico-raciais e de Gênero: pensando os conteúdos, conhecimentos, saberes e práticas escolares a partir das africanidades”, Vanderleia Reis de Assis
  • “AFROIF – Currículo, pensamento decolonial e formação docente”, Caroline Felipe Jango da Silva
  • “O quilombo na escola: práticas pedagógicas, identidade étnica e ancestralidade”, Gerson Alves de Oliveira

Artigos científicos
Doutorado

  • “Literatura negra feminista: uma proposta de enfrentamento ao sexismo e ao racismo epistemológico”, Viviane Marinho Luiz
  • “O Potencial de Práticas Decoloniais na formação docente”, Priscila Elisabete da Silva
  • “O Ensino Médio na Amazônia “Negra”: indicadores e perspectivas de alunos negros  sobre o mercado de trabalho no Amapá”, João Paulo da Conceição Alves

Mestrado  

  • ““Eu sô peta, tenho cacho, sô linda, ó”: o que dizem as crianças sobre a literatura infantil de temática da cultura africana e afro-brasileira”,  Sara da Silva Pereira
  • “A Potencialidade da Literatura como Prática Pedagógica Antirracista: um estudo de caso”, Vinícius Oliveira Pereira
  • “Práticas culturais e ensino de História em uma escola quilombola no município de Horizonte-Ceará”, Geimison Falcão

Graduação

  • “O Quilombismo na Literatura Africana e Afro-Brasileira: Uma perspectiva identitária na educação escolar”, Nayane Larissa Vieira Pinheiro
  • “Olhar Opositor e um futuro negro na educação: possibilidades para uma prática antirracista a partir de novos regimes de visualidade”,  Louise Marinho Costa de Assis
  • “A reprodução do racismo no contexto escolar: um relato de experiência”, Nairana da Silva Lima do Rozario