Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional
Notícias Institucional

Confira a segunda edição de “Retratos da Educação no Contexto da Pandemia do Coronavírus”

Análise combina cinco estudos estruturados a partir de dez momentos de coleta de dados. O objetivo é subsidiar ações para reverter as desigualdades educacionais


A segunda edição do informe “Retratos da Educação no Contexto da Pandemia do Coronavírus” já está disponível para consulta. O documento combina cinco estudos estruturados a partir de 10 diferentes momentos de coletas de dados (entre março e agosto de 2020), com o objetivo de subsidiar ações para reverter as desigualdades educacionais.

O quadro delineado pelos estudos configurou importantes desafios: dificuldades para avançar no aprendizado em situações não presenciais; sobrecarga e ansiedade dos profissionais, dos estudantes e de suas famílias; riscos de abandono escolar por parcelas representativas de estudantes, da Educação Infantil ao Ensino Médio.

Mas, por outro lado, evidenciaram potencialidades relacionadas à atuação dos professores com a incorporação de novas linguagens e novas dinâmicas; maior proximidade dos pais e responsáveis no acompanhamento das atividades escolares; conteúdos educacionais e oportunidades formativas disponibilizadas para gestores e educadores; e maior concretude e rapidez nas parcerias e acordos de colaboração entre as redes de ensino.

Os estudos considerados na análise são:

  • “Educação não presencial desde a perspectiva dos estudantes e suas famílias”, por Itaú Social, Fundação Lemann e Imaginable Future;
  • “Sentimento e percepção dos professores brasileiros nos diferentes estágios de coronavírus”, por Instituto Península;
  • “Juventudes e a Pandemia do Coronavírus”, por Conjuve e parceiros (Em Movimento, Fundação Roberto Marinho, Mapa Educação, Porvir, Rede Conhecimento Social, Visão Mundial, Unesco);
  • “Educação escolar em tempos de pandemia na visão de professoras/es da Educação Básica”, por Fundação Carlos Chagas, em parceria com Itaú Social e Unesco do Brasil;
  • “A Educação Não Pode Esperar”, por Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede) e Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB).

A publicação é uma produção em parceria entre Itaú Social, Fundação Carlos Chagas, Fundação Lemann, Fundação Roberto Marinho, Instituto Península e Iede (Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional).

Saiba mais