Ir para o conteúdo Ir para o menu
Polo de desenvolvimento educacional

Ciclo de Debates em Gestão Educacional 2014

Veja aqui o vídeo do evento na íntegra

A Fundação Itaú Social realizou, no dia 20 de maio, em São Paulo, a terceira edição do Ciclo de Debates em Gestão Educacional, encontro que estimula a reflexão sobre experiências de gestão que buscam melhorar a qualidade da educação. O evento é realizado pela Fundação Itaú Social desde 2011 e é voltado para gestores, técnicos, educadores e especialistas de organizações que atuam na educação e, prioritariamente, tem o objetivo de envolver profissionais do setor público.

Neste ano, o tema foi Tutoria: formação de lideranças nas reformas educacionais. O evento teve como palestrantes Andrés Alonso , ex-secretário de Educação do município de Baltimore (EUA) e professor da Universidade de Harvard,  Raph Gomes Alves,  superintendente de Inteligência Pedagógica e Formação da Secretaria de Educação de Goiás, , Edna Guellere supervisora de ensino da Diretoria Regional Leste III da São Paulo, , e Isabel Santana, superintendente da Fundação Itaú Social.

O primeiro caso exposto foi do município de Baltimore, nos Estados Unidos. Após uma reforma educacional que teve a tutoria entre os seus eixos estruturantes, foi possível reverter os indicadores de fracasso e violência escolar. Andrés Alonso apresentou um panorama sobre o assunto. “Nós percebemos, após ampla pesquisa, que a qualidade dos professores tem grandes efeitos sobre os resultados dos alunos, independente das circunstâncias externas da escola. Ficou evidente que, para melhorar a aprendizagem de nossos alunos, precisávamos entender profundamente o aprendizado e as habilidades dos nossos professores”, comentou.

Experiências concretas no uso da tutoria foram apresentadas como alternativa capaz de mudar práticas consolidadas na rede de ensino, fortalecendo a formação de lideranças para a implementação de inovação de forma perene. “A metodologia do programa permite reconhecer as percepções do gestor, suas potencialidades e fragilidades e, dessa forma, planejar de forma intencional quais são as vertentes e habilidades que irei trabalhar junto com a diretora que estou tutorando”, comentou Edna Guellere. A supervisora também está em formação continuada pelo programa de Tutoria da Fundação Itaú Social.

Para Raph Gomes Alves, que é também professor pela rede estadual de Goiás, antes do programa de tutoria ser implementado no estado em parceria com a Fundação Itaú Social, ele não percebia que a secretaria poderia funcionar como uma unidade que o orientasse e que fosse fomentadora de políticas educacionais. “Ao participar do programa, tive essa perspectiva de que poderia fazer algo para melhorar a rede. Desenhamos um plano de reforma com o objetivo de dar destaque a atuação do governo de Goiás e que, sobretudo, melhorasse a aprendizagem dos alunos”, explicou.

Inspirado na Reforma Educacional de Nova York, que obteve avanços nos indicadores de aprendizagem, o Programa Tutoria da Fundação Itaú Social foi constituído a partir de estratégias que poderiam ser adaptadas ao contexto brasileiro. Com a tutoria, a intervenção é realizada por meio de suporte técnico – individual e coletivo – aos professores, diretores e coordenadores, envolvidos na gestão pedagógica das escolas. Atualmente, a iniciativa está presente nos estados de São Paulo, Goiás e Ceará.

Guias de tutoria

Para colaborar no fortalecimento da competência de gestão educacional na rede pública de ensino e disseminar a tutoria como uma estratégia de formação continuada com potencial de transformação das práticas de professores e gestores, a Fundação Itaú Social desenvolveu os guias: Tutoria Pedagógica e Tutoria de Área.

As publicações, lançadas durante o Ciclo de Debates em Gestão Educacional, trazem o passo a passo da metodologia, que é realizada no cotidiano da escola pelo tutor, um profissional da rede pública mais experiente, que a partir de rotinas como observação da prática, feedback, planejamento e ações modelares, desenvolve a formação de seu tutorado de forma customizada.

Guia Tutoria Pedagógica é voltado para as lideranças responsáveis pela formação de diretores e coordenadores pedagógicos da escola. Já o Guia de Tutoria de Área tem como foco central os profissionais que vão atuar como tutores de professores. A publicação apresenta as estratégias que devem nortear o trabalho, assim como casos ilustrativos de experiências vividas por tutores.