Ir para o conteúdo Ir para o menu
Polo de desenvolvimento educacional

Campanha Receite um Livro é lançada em Congresso de Pediatria

Cerca de 230 pediatras de todo o Brasil e do exterior estiveram presentes, no dia 13 de outubro, à mesa-redonda “Receita de Leitura: Ações do pediatra para o desenvolvimento infantil”, que integrou as atividades do 37º Congresso Brasileiro de Pediatria, no Rio de Janeiro. Com palestras de dois especialistas, a ocasião marcou o lançamento da campanha Receite um Livro, parceria entre Fundação Itaú Social, Fundação Maria Cecília Souto Vidigal e Sociedade Brasileira de Pediatria. Foi distribuído um livreto com orientações dirigidas a pediatras, para que estimulem pais e cuidadores quanto à mediação de leitura para crianças de zero a cinco anos.

Dr. Ricardo Halpern, professor associado de Pediatria na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, destacou estudos diversos – brasileiros e internacionais – que demonstram haver atraso no desenvolvimento de crianças entre 12 e 24 meses que não ouvem histórias contadas por pais e cuidadores. “A ausência da leitura mediada é um fator negativo mais grave sobre o desenvolvimento do que certos aspectos biológicos, como nascimento prematuro e complicações na gestação ou logo após o parto”.

Na mesma linha, o pesquisador colombiano radicado na França, Dr. Evélio Cabrejo Parra, doutor em Linguística e mestre em Filosofia e Psicologia, defendeu que a linguagem deve ser alimentada tanto quanto o corpo e outras faculdades mentais, por meio da transmissão verbal de histórias, desde a gestação. “O ser humano precisa satisfazer necessidades psíquicas e sociais tanto quanto as biológicas e é na experiência cultural que construímos a identidade mental das crianças. Com a leitura, gestos e sons, não queremos torná-las intelectuais, apenas permitir o desenvolvimento normal de suas capacidades”, disse o linguista. “A falta desse ‘alimento’ tem consequências enormes na vida delas”, concluiu.

Para compor a mesa de lançamento da campanha Receite um Livro, a coordenadora Ana Maria de Ulhoa Escobar, pediatra e professora associada da Faculdade de Medicina da USP, convidou Angela Dannemann, superintendente adjunta da Fundação Itaú Social, Eduardo Queiroz, presidente da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal (FMCSV), e Eduardo Vaz, presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP).

Queiroz expôs os resultados de uma pesquisa feita pela Fundação Maria Cecília Souto Vidigal em parceria com o Ibope, em 2012, sobre percepções da sociedade brasileira quanto à primeira infância. Um dos temas que recebeu destaque especial foi a credibilidade atribuída às fontes de informações sobre o desenvolvimento infantil: 71% dos entrevistados responderam que os pediatras são a fonte mais confiável para esclarecer dúvidas. “Com a campanha Receite um Livro, portanto, os pediatras têm a oportunidade de mudar a vida de muitas crianças, dada a importância de sua voz perante pais e cuidadores”, disse.

Angela Dannemann comentou os resultados do levantamento de estudos científicos, organizado pela Fundação Itaú Social, sobre o efeito da leitura no desenvolvimento integral das crianças. “A conexão que a leitura mediada permite gera extroversão, amabilidade, e tem potencial para melhorar o desempenho escolar na pré-escola, principalmente para crianças em situação de vulnerabilidade social”, explicou. “Nos felicita muito que existam olhares convergentes para a importância dessa prática”, completou Dannemann.

Concluindo o evento, o presidente da SBP parabenizou a Fundação Itaú Social e a FMCSV pela iniciativa Receite um Livro e falou do papel dos pediatras no desenvolvimento infantil. “Nós podemos fazer a diferença atendendo as crianças de forma mais plena, para diminuir seus riscos sociais. E o incentivo à leitura da parte dos pediatras, que têm uma posição tão relevante junto às famílias, vai permitir que crianças falem melhor, aprendam melhor e, no futuro, conquistem melhores empregos. Vamos torná-las mais livres por meio da educação”.

Todos os participantes receberam um kit com o livreto Receite um Livro e uma pequena série de títulos da coleção Itaú Criança para a composição de bibliotecas em seus consultórios. O livreto é um material de referência com dados científicos sobre a importância da leitura na primeira infância, um guia para pediatras quanto à abordagem junto aos pais no consultório, sugestões de livros e outras informações para apoiar os médicos no estímulo à leitura.

A 37ª edição do Congresso Brasileiro de Pediatria tem programação prevista até o dia 16 de outubro, no centro de exposições Rio Centro, com simpósios-satélites, palestras e oficinas. Mais informações em http://www.cbpediatria.com.br.