Ir para o conteúdo Ir para o menu
Polo de desenvolvimento educacional

Avaliação na primeira infância é tema de estudo

Com o objetivo de ampliar o debate sobre a institucionalização da avaliação de políticas públicas voltadas à primeira infância, as fundações Itaú Social, Lemann, Maria Cecília Souto Vidigal e os Institutos ABCD, C&A e Dynamo desenvolveram, entre setembro de 2011 e março de 2012, o estudo Diálogos sobre Avaliação na Primeira Infância, que acaba de ser publicado.

A pesquisa foi elaborada a partir das publicações, nacionais e internacionais, mais relevantes dedicadas à análise de avaliações dos serviços dirigidos às crianças no Brasil e de depoimentos de 23 especialistas que atuam na academia, no poder público e no movimento social organizado. Assim, a publicação apresenta um panorama de experiências e propostas de avaliação em larga escala voltadas à primeira infância brasileira– período que se inicia na gestação e se encerra aos seis anos de idade.

Com o propósito de fornecer subsídios a gestores públicos no desenvolvimento de modelos avaliativos para formulação de programas voltados ao desenvolvimento infantil, o estudo suscita uma série de questões. Entre elas estão a importância de avaliar políticas desenvolvidas para crianças, quais metodologias são utilizadas no Brasil para verificar essas iniciativas, quais estratégias de avaliação podem ser consideradas mais eficazes, como a avaliação pode favorecer o aprimoramento das políticas, além de otimizar os investimentos públicos realizados nesse campo.

O conteúdo pode ser acessado aqui.