Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional

Avaliação de projetos

Sessenta gestores de organizações não-governamentais, órgãos públicos, institutos e fundações empresariais de Curitiba e Recife terão acesso a metodologias e ferramentas específicas para avaliar o impacto de seus projetos e calcular o resultado econômico para a comunidade. Essa é uma das ações do Programa de Avaliação Econômica de Projetos Sociais, da Fundação Itaú Social, desenvolvido em parceria com a área de Controles de Riscos e Financeiro do Banco Itaú, sob orientação dos economistas Sérgio Ribeiro da Costa Werlang, vice-presidente da instituição, e de Naercio Menezes, consultor da Fundação Itaú Social e professor do IBMEC e USP.

Segundo a diretora da Fundação Itaú Social, Ana Beatriz Patrício, avaliar projetos é essencial para que os realizadores e a sociedade conheçam o real impacto das ações. “Isso possibilita medir sua eficiência e identificar as fragilidades, o que ajuda na tomada de decisões. É uma prática que dá transparência e aprimora a gestão dos recursos, estimulando a ampliação dos investimentos na área social”, afirma.

Na última sexta (5/09), começou o curso na capital paranaense. Apoiado pela Universidade Federal do Paraná, que é sede para as aulas, o curso é ministrado pela especialista em Ciências Econômicas Cláudia Helena Cavalieri, professora da Escola de Administração de Empresas de São Paulo e do Departamento de Economia da Faculdade de Economia e Administração da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. As atividades vão até 28 de novembro.

No sábado (6/09), foi a vez dos pernambucanos. O curso conta com o apoio da Universidade Federal de Pernambuco, onde são realizadas as aulas. Para essa turma, o professor especialista em Avaliação Econômica de Políticas Públicas e Programas Sociais Raul da Mota Silveira Neto, pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal de Pernambuco e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, ministrará as aulas. O curso irá até 29 de novembro.

O curso Avaliação Econômica de Projetos Sociais é gratuito e tem carga horária de 72 horas. Tanto em Recife, quanto em Curitiba, o evento foi aberto com a palestra de Naercio Menezes, que falou sobre a importância da avaliação e a metodologia utilizada como ferramenta de gestão de projetos sociais.