Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional

Seminário Investidores Sociais e o Fortalecimento Institucional de OSCs


O Investimento Social Privado tem intensificado nos últimos anos a reflexão sobre a necessidade de fortalecimento das organizações da sociedade civil (OSCs), dada a sua importância para as democracias, para a formulação de tecnologias sociais, para
a redução das desigualdades sociais e para a elaboração de políticas públicas mais efetivas e aderente às realidades.

O seminário “Investidores Sociais e o Fortalecimento Institucional de OSCs”, realizado nos dias 6 e 7 de outubro, contou com a participação de 350 investidores, empresários e representantes de organizações da sociedade civil, que compartilharam reflexões e experiências a partir de diferentes estratégias e formas de relacionamento entre investidores sociais e OSCs no Brasil e em outros países.

O evento foi realizado pelo Itaú Social, Instituto Unibanco, Laudes Foundation, Synergos, com apoio do GIFE.

Confira abaixo!

DIA 1


Mudança de paradigma no investimento na sociedade civil

Reflexão sobre a importância de modelos de investimento social
privado pautados em novas crenças e práticas que contribuam para a consolidação de parcerias, relação de confiança e promoção de fortalecimento mútuo.

Participantes: Atila Roque (Fundação Ford) e John Rendel (The Peter Cundill Foundation).
Mediação: Angela Dannemann (Itaú Social)

O valor das organizações da sociedade civil e a importância do seu fortalecimento institucional

Breve trajetória das organizações da sociedade civil no Brasil e no mundo, sua relevância para a democracia e redução das desigualdades sociais, e como o fortalecimento institucional pode contribuir para sua missão, impacto e sustentabilidade.

Participantes: Domingos Armani (Consultor) e Scott Dupree (Regis University/EUA)
Mediação: Fabio Almeida (Laudes Foundation)

DIA 2


Reinvenções de OSCs e investidores na pandemia

Reflexão sobre os desafios gerados pela pandemia, destacando os caminhos criados pelas organizações da sociedade civil e investidores sociais na continuidade de suas ações.

Participantes: Amália Fischer (Fundo Elas), representada por Vanessa Lucena (Fundo Elas), Athayde Motta (Abong) e Gustavo Bernardino (GIFE).
Mediação: Ricardo Henriques (Instituto Unibanco)

Experiências e tendências em fortalecimento institucional

Reflexão sobre o fortalecimento institucional de organizações da sociedade civil a partir dos casos dos investidores sociais participantes, destacando a essência e especificidade do trabalho junto às organizações apoiadas.

Participantes: Erika Sanchez Saez (Instituto ACP), Gracia Goya (Hispanics in Philanthropy), Fabio Almeida (Laudes Foundation) e Camila Feldberg (Itaú Social).
Mediação: Silvia Morais (Synergos).


Convidadas e convidados

Amalia Fischer

É mexicana-nicaraguense, radicada no Brasil desde 1995. Socióloga
e doutora em Comunicação e Cultura pela UFRJ, é idealizadora, cofundadora
e Coordenadora Geral do ELAS+, o primeiro fundo de mulheres do Brasil.

Angela Dannemann

Engenheira química (UFBA), mestre em Administração (IBMEC-RJ) e especialista
em Avaliação de Programas (CEATS/FIA/USP). Atualmente é superintendente do
Itaú Social. Participa dos conselhos do Consocial FIESP, do CIEB, do CIVI-CO
e UNICEF. É associada da ABAVE e da AEA e foi fundadora da RBMA.

Athayde Motta

Mestre em antropologia pela Universidade do Texas, em Austin, EUA, e desde
abril de 2017 é diretor-geral do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e
Econômicas (Ibase). Desde 2018, participa da direção executiva da Abong
(Associação Brasileira de ONGs).

Atila Roque

Historiador, Cientista Político e Diretor da Fundação Ford no Brasil. Faz parte
do Conselho Diretor do Grupo de Institutos, Fundações e Empresas (GIFE).

Camila Feldberg

Graduada em Ciências Contábeis pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.
Especializada em Sociopsicologia da Juventude e Políticas Públicas pela
Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo – FESPSP. Construiu sua
carreira no Itaú Social, onde atua desde 2008. Gerencia a área de Fomento, que
trabalha pelo fortalecimento da sociedade civil.

Domingos Armani

Graduado em Ciências Sociais, com mestrado em Ciência Política (UFRGS).
É consultor independente com 25 anos de experiência nacional e internacional
no desenvolvimento institucional de organizações da sociedade civil.

Erika Sanchez Saez

Formada em Comunicação Social pela ESPM, pós-graduada em Globalização
e Governabilidade Mundial e Sistemas pela Universidade Politécnica da
Catalunha e mestre em Cooperação, Globalização e Desenvolvimento pela
Universidade de Barcelona. É diretora-executiva do Instituto ACP

Fabio Almeida

Gerente de Desenvolvimento Institucional e Redes da Laudes Foundation.
Graduado em Administração (USP) e mestre em Desenvolvimento Internacional
e Responsabilidade Social Corporativa (Escuela de Organización Industrial).

Gracia Goya

Vice-presidente para a América Latina da Hispanics in Philanthropy (HIP),
uma rede internacional de doadores. Na HIP, Gracia constrói pontes entre
financiadores regionais e internacionais sediados nos Estados Unidos para
promover a filantropia transnacional e promover a justiça social nas Américas.

Gustavo Bernardino

Bacharel em relações internacionais e mestre em gestão e políticas públicas,
é gerente de programas no GIFE, onde atua há 4 anos.

John Rendel

Diretor de Editais da The Peter Cundill Foundation, que tem como foco viabilizar
apoio irrestrito para ações sociais, melhorando as condições de vida de crianças
ao redor do mundo. Atua hoje como conselheiro do Teach for All Catalyst Fund
e como Diretor do ImpactEd, organização que apoia escolas na avaliação de
intervenções educacionais.

Scott Dupree

Professor de mestrado em Development Practice (Práticas de Desenvolvimento)
na Regis University, no Colorado (EUA). Possui décadas de experiência no
fortalecimento e construção de abordagens da sociedade civil para
o desenvolvimento, os direitos humanos e o meio ambiente.

Silvia Morais

Graduada em Relações Públicas, mestre em Gestão e Inovação e pós-graduada
em Gestão de Organizações Sem Fins Lucrativos na Universidad San Pablo
de Madrid. Diretora da Synergos para o Brasil. Possui mais de 20 anos de
experiência em filantropia no Brasil e na América Latina.

Tiago Borba

Cientista social e mestre em antropologia social pela Universidade Federal Fluminense. É Gerente de Planejamento e Articulação Institucional do Instituto Unibanco.

Saiba mais: