Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional

Novos tempos e espaços de aprendizagem exigem uma nova organização de práticas


Quais são os tempos de aprender e os tempos da escola de hoje, em especial considerando a pandemia de Covid-19 que marcou 2020 e seguiu em 2021?  Como garantir equidade de acesso às oportunidades de aprendizagem para todos estudantes, considerando as desigualdades do contexto brasileiro?

Questões complexas e que exigem uma ampla reflexão sobre a realidade educacional brasileira. Pontos que endereçam o debate para a necessidade de uma flexibilização curricular.

É urgente olhar para os currículos das redes a fim de priorizar objetivos de aprendizagem e desenvolvimento em função do tempo de paralisação das atividades presenciais e adaptar variáveis das práticas educativas – considerando novos espaços, tempos, agrupamentos para as aprendizagens, com foco na recuperação de aprendizagens e continuidade das trajetórias escolares dos estudantes.

A partir de um olhar para o cenário em que se encontra a educação brasileira, e no sentido de apoiar gestores, equipes e comunidades escolares em todo o Brasil, o Itaú Social, em parceria com a Comunidade Educativa CEDAC, realizou um encontro sobre o tema Flexibilização Curricular. O webinário também apresentou o curso gratuito Flexibilização Curricular para Dirigentes municipais, disponível na área temática Educação na Pandemia, dentro do ambiente de formação na plataforma Polo.

Convidadas e convidados