Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Polo de desenvolvimento educacional

Investimento em pesquisa: caminhos para a melhoria da educação pública


Como as Secretarias de Educação trabalharam em 2020 diante do fechamento de escolas em razão da pandemia da Covid-19? Como elas têm enxergado o retorno das aulas presenciais em 2021? Como foi a participação dos estudantes nas atividades à distância?

Essas são apenas algumas das inúmeras questões de estudos e pesquisas que o Itaú Social promoveu e correalizou no contexto da pandemia, com o objetivo de entender as alterações nos planejamentos de escolas e redes de ensino, como educadores reagiram diante da mudança repentina no modelo de ensino e como estudantes e famílias se adaptaram ao contexto.

O webinário acontece no canal do YouTube do Itaú Social dia 30 de setembro, às 17h.

Durante o evento, os convidados irão debater políticas nacionais e internacionais de enfrentamento da pandemia na educação, as principais dificuldades de professores e famílias, o desafio da conectividade e como as diferenças de acesso à internet e equipamentos aprofundam as desigualdades no Brasil, inclusive com um recorte de raça.

Além de contribuir para a promoção de reflexões sobre as consequências da crise sanitária na educação, o webinário também será palco do lançamento do estudo Cada Hora Importa, realizado pelo Itaú Social com apoio do Plano CDE.

O levantamento, baseado no parâmetro internacional Every Hour Counts, traz alguns dados alarmantes, como o fato de que, ao final do ensino fundamental, crianças de famílias em situação de vulnerabilidade têm sete mil horas a menos de aprendizado do que crianças de famílias mais abastadas. O material está disponível para download no site do Itaú Social.

Convidadas

Patricia Mota Guedes, Gerente de Pesquisa & Desenvolvimento do Itaú Social

Graduada em Ciências Políticas e Alemão pela Universidade do Arizona Norte (Estados Unidos). Mestre em Administração Pública pela Universidade de Massachusetts\Amherst e em Políticas Públicas pela Universidade de Princeton (Estados Unidos). Coordenou programas de educação e saúde pelo governo do estado americano de Massachusetts. No Brasil, atuou como pesquisadora e gestora de projetos educacionais no Instituto Fernand Braudel e desde 2011 atua no Itaú Social.

Paula Miraglia, cofundadora e diretora-geral do Nexo Jornal

Doutora em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo (USP), onde também concluiu o mestrado e a graduação em Ciências Sociais. Foi diretora de organizações internacionais e consultora do Banco Mundial e do Banco Interamericano para o desenvolvimento.

Clélia Mara dos Santos, Secretária Municipal de Educação de Araraquara/SP

Cientista social formada pela Unesp de Araraquara. Integrou de 2009 a 2014 o quadro de gestores do MEC (Ministério da Educação). Foi coordenadora geral de articulação transversal da Secretaria de Educação Básica e coordenadora geral de redes públicas. Integrou a equipe responsável pelo pacto nacional de alfabetização na idade certa. Secretária de gestão, controle e normas na Secretaria de Comunicação da Presidência da República. Foi secretária de Governo e de Educação no governo anterior de Edinho e secretária da Educação na gestão 2017-2020