Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca
Programas Melhoria da Educação Atuação Municipal

Caminho para a autonomia

Em 2020 o Melhoria da Educação concluiu o desenvolvimento e implantação de tecnologias educacionais em municípios de Mato Grosso, Pernambuco e São Paulo

Meninas jogam xadrez em Escola de Tempo Ampliado (ETA) em Várzea Grande, no Mato Grosso, antes da pandemia: a rede municipal de ensino, com 28 mil estudantes, participou do desenvolvimento de Tecnologias Educacionais do programa Melhoria da Educação. Foto: Itaú Social

As tecnologias educacionais são metodologias em ação, voltadas tanto à área pedagógica quanto à de gestão educacional, com todos os passos para que o município possa implementar aquela ação em seu próprio território e de forma autônoma. O conteúdo resultante dos pilotos realizados em cinco cidades já começou a ser sistematizado e transposto para o formato digital para se tornar disponível para qualquer rede de ensino. A seguir, os municípios e as tecnologias.

  • Várzea Grande (MT): Planejamento estratégico, Gestão de pessoas e de recursos; 
  • Suzano (SP): Formação coletiva com foco nas experiências de aproximação com a cultura escrita;
  • Paulista (PE): Busca ativa escolar; Educação infantil; Relação escola, família e comunidade;
  • Itapevi (SP): Matemática; Planejamento estratégico; Gestão escolar para equidade racial; Gestão inclusiva: Pessoa com deficiência; Acompanhamento das aprendizagens; Gestão de pessoas e de recursos; Busca ativa escolar;
  • Itapecerica da Serra: Matemática; Língua Portuguesa; Formação continuada — condições e estrutura.