Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a Busca

Modelo consolidado

Estratégias de desenvolvimento institucional testadas pelo Missão em Foco definem linhas de ação com potencial para ganhar escala em outros programas

Crianças da E.M. Prof. Vanderlei Rosa de Oliveira, em Campo Grande (MS): participantes de projeto de educação cidadã desenvolvido pelo Instituto de Desenvolvimento Humano, Social, Econômico e Cultural Maná do Céu para os Povos, uma das 28 organizações da sociedade civil que qualificam sua atuação a partir do apoio e das estratégias do programa Missão em Foco do Itaú Social. Foto: Leandro J. Ribeiro

O programa Missão em Foco investe em organizações da sociedade civil que contribuem para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes e para os lugares onde atuam. São convidadas a esse programa organizações da sociedade civil (OSCs) que já participaram com bons resultados de outras iniciativas do Itaú Social. O objetivo é potencializar o trabalho da organização que já atua com excelência, possui relevância no território e compromisso com as crianças e adolescentes. O Missão em Foco concede autonomia e flexibilidade para aplicar os recursos em formações para as equipes, comunicação, planejamento, inovação, monitoramento de resultados e sustentabilidade institucional. Além de contribuir com um olhar mais interno para questões gerenciais e operacionais, o programa compreende a importância de fortalecer a dimensão externa, ou seja, o valor social que a OSC produz para a comunidade. Institucionalmente mais desenvolvidas, as organizações ativam redes locais, transbordando sua atuação no território em que se inserem. O primeiro grupo de organizações apoiadas, com 15 participantes, começou em 2017, e o segundo, com 13, em 2019. 

Em meio aos desafios de 2020, as organizações apoiadas pelo Missão em Foco, localizadas em 25 cidades de diferentes regiões do país, deram sinais de amadurecimento institucional — e da consolidação das estratégias do programa. Atuando de forma autônoma com relação ao Itaú Social, as OSCs desenvolveram de forma espontânea uma rede que, com encontros virtuais, vem permitindo trocas de experiências e cooperação durante a pandemia. O modelo do Missão em Foco mostrou-se eficaz ao mergulhar em estratégias experimentadas pelas instituições, aprender com elas e sistematizar o aprendizado para levá-lo a redes e programas em que possa ser multiplicado em escala mais ampla. Esse ano de amadurecimento traz muito o que compartilhar com o terceiro grupo de organizações participantes do Missão em Foco, que entram no programa em 2021.


Diálogos de Desenvolvimento Institucional
SOLO FÉRTIL

O aprendizado com o Missão em Foco transborda do programa em si e fertiliza o cultivo de outras experiências. Em 2020, o Itaú Social realizou o projeto-piloto dos Diálogos de Desenvolvimento Institucional de Organizações da Sociedade Civil, com formação mediada para 59 instituições, beneficiando 90.384 crianças, adolescentes e jovens, em 52 municípios. Oportunidade para que cada organização pudesse se aprofundar na discussão sobre sua própria missão e nos desafios para cumpri-la, os diálogos tiveram adesão crescente das equipes das instituições, com a participação de 372 pessoas nas ações formativas. Algumas delas começaram participando com apenas uns poucos representantes e terminaram o ano registrando a presença de dezenas de seus integrantes nas reuniões mensais. Percebidos por muitos como importante grupo de estudo para fortalecimento das organizações, especialmente neste ano de pandemia, os diálogos foram conduzidos pelo Itaú Social com o apoio de uma consultoria e permitiram dar maior escala à experiência adquirida no programa que os inspirou.

Em números

28

instituições apoiadas

25

municípios

17.323

crianças, adolescentes e jovens beneficiados

285

participantes em ações formativas

R$ 11,2 milhões

investidos